quarta-feira, 24 de abril de 2013


ACADEMIA MATEENSE DE LETRAS

EDITAL 02/2013

 CONCURSO DE POESIAS “MÃE, PRESENTE DE DEUS”

A Academia Mateense de Letras – AMALETRAS - torna público que estarão abertas até o dia 31 de maio de 2013, inscrições para o seu 2° CONCURSO DE POESIAS. Tema “MÃE, PRESENTE DE DEUS” que se rege pelo estabelecido no presente Edital.

 

I – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

Art. 1º O concurso premiará as duas melhores poesias inéditas que versem sobre o tema “MÃE".

Art. 2º O Concurso é aberto à participação de qualquer interessado (a) de qualquer parte do Brasil ou do exterior desde que escrito em língua portuguesa.

Art. 3º Os Acadêmicos da AMALETRAS não podem participar.

 

II – DA INSCRIÇÃO.

Art. 4º A inscrição será realizada mediante remessa à AMALETRAS, em três vias impressas, entregues pessoalmente ou via postal, por segurança maior, por AR, sendo que, neste caso, a assinatura lançada no recibo, servirá de comprovação da inscrição.

Art. 5º Só serão considerados os trabalhos que chegarem ao endereço indicado até 18 horas do dia 31 de maio de 2013.

 

III – DA APRESENTAÇÃO.

Art. 6º A poesia deverá ser apresentado impressa em espaço 1,5 com ao menos uma lauda (A4) e o máximo de duas, identificada por pseudônimo.

Art. 7° A inteira qualificação do participante deverá vir em envelope menor lacrado; juntamente com a poesia será inserido em envelope maior assim endereçado: PRÊMIO MÃE, PRESENTE DE DEUS - AMALETRAS - Rua Altino Gomes Luz, nº127, Centro, 29930-030, São Mateus-ES.

 
IV- DA COMISSÃO JULGADORA

 

Art. 8° O julgamento será realizado por Comissão formada por três membros de Academia de Letras a serem convidados.

Art. 9° A AMALETRAS reterá o envelope menor contendo os dados pessoais e o pseudônimo do participante, para posterior identificação.

Art. 10. Na apreciação das poesias a Comissão adotará os seguintes critérios: correção, clareza, linguagem poética e pertinência com o tema apresentado.

Art. 11.  O concorrente que melhor corresponder aos critérios de avaliação, a juízo da Comissão, será considerado vencedor.  

Art. 12. O julgamento do qual não caberá recurso será realizado até o dia 15 de junho de 2013 e seu resultado, divulgado nas vinte e quatro horas seguintes.

 

VI- DA PREMIAÇÃO.

 Art. 13. O primeiro classificado receberá uma medalha Poetisa “CORA CORALINA”, um relógio dourado, marca “Lersite” e diploma; o segundo receberá uma medalha Poetisa “CORA CORALINA” e diploma de honra ao mérito.  

Art. 14 A premiação será entregue em solenidade da AMALETRAS no mês de junho de 2013.

Art. 15 As poesias poderão ser publicadas a critério da AMALETRAS na forma mais viável, respeitados os direitos autorais.

 

São Mateus, 22 de abril de 2013.

 

Marlusse Pestana Daher                                                                  Presidente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este blogue respeita todos os seus leitores.
Obrigada pelo comentário!"